Histórico


Nasci aos 18 de dezembro de 1967 na cidade de Muçum e vim com os pais para Gravataí, na Morada do Vale I, no dia 09 de agosto de 1980, onde constituí família e resido até hoje.

Atuei na Pastoral da Juventude, junto a grupos de jovens da região metropolitana. Também militei na Pastoral Familiar e participei de atividades promovidas pelas Comunidades Eclesiais de Base (CEBs). Ainda na juventude, ingressei na militância político-partidária, acreditando no partido político como ferramenta fundamental para transformação da sociedade.

Cursei Letras na UFRGS, fiz especialização em Literatura Infantil e Mestrado em Teoria da Literatura, na PUCRS, e atuo na educação desde 1987. Minhas primeiras experiências como educadora foram na Creche e Bercário Bebê Conforto (1987), em Poa, na E. E. E. M. Morada do Vale - atual Ciep - (1987), através de contrato da Prefeitura Municipal de Gravataí, no Instituto Cultural São Francisco de Assis (1988), em Poa, na E. E. E. F. Guimarães Rosa (1989), em Cachoeirinha, através de contrato da Prefeitura Municipal de Gravataí, e na Fundação Bradesco (1989).  Em 1990 e 1991 ingressei no quadro através de concurso público para lecionar língua portuguesa e literatura no ensino fundamental e médio. 



Estive à frente da 28ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) por quatro anos (1999 a 2002), coordenando as escolas estaduais dos municípios de Alvorada, Cachoeirinha, Glorinha, Gravataí e Viamão. Em minha gestão coordenei a realização da Constituinte Escolar e a formação de professores e funcionários da rede pública estadual. Neste período, foi triplicada a oferta de vagas no Ensino Médio na região, mais de 120 salas de aula foram construídas,  além de inúmeros refeitórios, laboratórios de ciências e de informática. Só em Gravataí, passou de 06 para 15 escolas de ensino médio. Todas elas receberam laboratórios e acervo de Ensino Médio para as bibliotecas. Com o MOVA, foi oferecida alfabetização para mais de 1.000 jovens e adultos. Além disso, coordenei o processo da Constituinte Escolar, movimento que envolveu professores, funcionários, pais e estudantes para a construção de projetos político-pedagógicos que dialogassem com a realidade de cada instituição.



Em 2004, fui eleita vereadora em Gravataí, sendo reeleita em 2008. Assumi desde o primeiro ano de mandato, em 2005, a presidência da Comissão de Educação e Cultura,  e a Comissão da Criança e Adolescente, duas de minhas importantes bandeiras políticas. Sempre fui uma vereadora atuante, fiscalizadora dos serviços públicos e protagonista na luta pelos direitos da mulher, da criança e do adolescente e pela educação de qualidade. 
Em meus mandatos, fui referência no município e na região atuando fortemente na garantia de direitos, no dialogo com a comunidade, na democratização do mandato, na luta pela inclusão social, na fiscalização do Executivo, no cuidado com a vida dos mais necessitados, no desenvolvimento econômico com sustentabilidade e na promoção da paz. Além disto, sempre estive próxima à população e sempre pautei minhas ações pelo diálogo e pela transparência. A seguir, algumas de minhas iniciativas mais importantes:
- Com a Tenda da Cidadania e a Tenda da Mulher, mantive contato direto com a população, recebendo suas demandas, trocando ideias, prestando contas do meu trabalho e divulgando informações importantes sobre cidadania, garantia de direitos e saúde. 
Uma das bandeiras mais importantes de minha atuação como vereadora de Gravataí foi a luta por mais creches. Em 2007, apresentei e aprovei emenda para a Lei Orçamentária do mesmo ano transpondo R$ 2,6 milhões da verba destinada à publicidade e propaganda para a construção e ampliações dos Centros de Educação Infantil e para programas de amparo à criança e ao adolescente.
 - Direitos da Mulher: realizei centenas de debates e eventos sobre a garantia de direitos e combate à violência contra a mulher. Fui incansável na busca da Delegacia da Mulher para Gravataí e garanti emenda parlamentar junto à Câmara dos Deputados para a construção de uma casa abrigo para mulheres vítimas de violência, que só não foi construída porque o município não quis dar a contrapartida exigida.


- Saúde: em 2012, consegui novamente junto à Câmara dos Deputados Federais emenda de R$ 590 mil para o Hospital Dom João Becker. Além disso, sempre fiscalizei o funcionamento dos postos de saúde e reivindiquei serviços de qualidade para a população.
- Criança e adolescente: criei a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente e presidi a Comissão da Criança e do Adolescente, através das quais realizei centenas de ações para a garantia dos direitos da infância e da juventude. Denunciei as más condições da Casa Abrigo Municipal, combati a violência e a exploração sexual de crianças e adolescentes, cobrei  melhores condições para as creches públicas e garanti recursos para novas vagas. Também fui atuante na luta pelo 2º Conselho Tutelar de Gravataí
- Paz no trânsito: dentre as ações que desenvolvi ao longo dos 8 anos em que fui vereadora em Gravataí, destaco o projeto "Paz no Trânsito". Através de parceria com a iniciativa privada e com as escolas públicas do município, levei o debate e a conscientização sobre segurança no trânsito para a juventude, em especial, e para os que utilizam as vias públicas na condição de condutores. Foram dezenas de palestras a centenas de jovens, blitz educativas e debates com os órgãos responsáveis para mudarmos os índices relacionados aos acidentes de trânsito no município. 



Em 2010, ocupei a presidência da Câmara de Vereadores. À frente do Legislativo Municipal, centrei esforços na aproximação do Legislativo com a comunidade, na gestão eficiente e na busca de soluções para os problemas da cidade. Levei as sessões da Câmara até os bairros, realizei visitas orientadas de estudantes na sede do Legislativo e implementei o projeto Câmara no Bairro, quando a presidente e os vereadores iam para a comunidade receber as demandas do povo e prestar informações. Minha gestão foi marcada pelo diálogo e norteada por um planejamento estratégico com metas avaliadas periodicamente. Todo este processo resultou em um ano ímpar para o Legislativo, que nunca esteve tão próximo da população. Mesmo realizando muitas ações inovadoras, devolvi mais de R$ 6 milhões do orçamento da Câmara para a Prefeitura.



Em 2012, assumi o desafio partidário de concorrer ao Executivo Municipal e administrar a 4ª maior economia do Estado, obtendo no pleito 40.043 votos, tendo sido a segunda mais votada ao Executivo no RS e a primeira entre as mulheres socialistas. Em 2014, concorri a deputada federal para representar o Rio Grande do Sul no Congresso Nacional. Alcancei 18.770 votos ficando na 4ª suplência. De 2015 a 2016, assumi a coordenação da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do RS. Nas eleições de 2016, concorri a prefeita de Gravataí, novamente, e fiz 25.756 votos de confiança dos gravataienses. Nas eleições suplementares realizadas em março de 2017, recebi 23.490 votos.

Hoje, integro as Executivas Estadual e Nacional das Mulheres Socialistas, sou presidente do PSB em Gravataí e leciono Língua Portuguesa e Literatura nas escolas municipais Olenca Valente e Santa Rita de Cássia.













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentar as questões aqui: